Menu

6º TOCA RAUL
Tributo ao Maluco Beleza Raul Seixas

Confirmado para o dia 8 de julho/2017, no Crovapi Clube, o 6º Toca Raul em Valença do Piauí. A festa revive os grandes sucessos do Maluco Beleza.

Essa edição  terá a musicalidade das bandas In The Clouds de Picos (tocando os clássicos do Rock mundial) e a Banda Check-UP de Teresina (tocando os clássicos de Raul Seixas).

As camisas para a festa já podem ser adquiridas pelo contato (89) 99904-1100 (WhatsApp) a preços promocionais. Além das atrações musicais haverá exposição de discos, livros revistas e filmes.

CAMISETA: R$ 30,00 (c/ direito à entrada)
INGRESSO INDIVIDUAL: R$ 20,00
BANCA (Dentro do clube): R$ 20,00

CLUBE DE OUVINTES
Faça agora sua carteira

Agora você pode se cadastrar no clube de ouvintes e receber sua carteirinha, É TUDO FREE!!! NINGUÉM VAI PAGAR NADA!!!!

Com ela você participa automaticamente de todos os sorteios e promoções da nossa rádio, envie seus dados para o email:


tocaraulvalenca@gmail.com

* 01 foto

* Nome

* Data do nascimento

* Endereço

* email

* Telefone / WhatsApp:


Você receberá grátis no seu e-mail, é só imprimir e plastificar!

RAUL SEIXAS GANHA LANÇAMENTO DE SHOW INÉDITO EM VINIL.
(Isso aqui não é woodstock, mas um dia pode ser!) Águas Claras 1981, iacanga, inédito.


Tributo ao Maluco Beleza Raul Seixas
Confirmado para o dia 8 de julho/2017, no Crovapi Clube, o 6º Toca Raul em Valença do Piauí. A festa revive os grandes sucessos do Maluco Beleza.
Essa edição  terá a musicalidade das bandas In The Clouds de Picos (tocando os clássicos do Rock mundial) e a Banda Check-UP de Teresina (tocando os clássicos de Raul Seixas).
As camisas para a festa já podem ser adquiridas pelo contato (89) 99904-1100 (WhatsApp) a preços promocionais. Além das atrações musicais haverá exposição de discos, livros revistas e filmes.

CAMISETA: R$ 30,00 (c/ direito à entrada)
INGRESSO INDIVIDUAL: R$ 20,00
BANCA (DENTRO DO CLUBE): R$ 20,00
Clique aqui para editar.

Demorou para Raul Seixas ser incluído na leva de novos discos de vinil lançados no Brasil, mas Raulzito chegou em grande estilo. O Selo 180 está lançando hoje, em parceria com o Record Collector Brasil, a pré-venda de Isso aqui não é Woodstock, mas um dia pode ser.


O álbum foi prensado na Polysom e está sendo vendido em uma edição especial em vinil transparente (com 300 unidades numeradas) e também em vinil preto, versão que conta com mil unidades disponíveis. A previsão é de que o lançamento seja enviado a partir de 21 de novembro.

Ambas versões foram prensadas em 180g com áudio remasterizado especialmente a partir das fitas originais gravadas na mesa de som do show que Raul fez no II Festival de Águas Claras, em Iacanga, no estado de São Paulo, em 1981. Quem explica é Rodrigo de Andrade, responsável pelo Selo180.


– O áudio foi gravado em uma fita cassete utilizando todos os 4 canais disponíveis na cassete (direito e esquerdo do Lado A e do Lado B). Não é uma gravação do tipo Lado A/Lado B tradicional. Ela grava em toda a fita, não adianta virar para ouvir o outro lado. Isso garante uma qualidade melhor, ainda que não seja totalmente Hi-Fi. Como é um lançamento especial, procuramos o Arthur Joly, que é um profissional gabaritadíssimo para fazer a masterização para a prensagem do LP. Ele é um dos responsáveis pela restauração da Vinil Brasil, a nova fábrica que abriu em São Paulo, e cuidou do áudio com todo o carinho. Outra coisa legal é que conseguimos licenciar fotos incríveis do próprio show, a imagem de capa e contracapa são do próprio show no festival.


Isso aqui não é Woodstock, mas um dia pode ser é o primeiro lançamento em vinil de Raul Seixas desde Se o rádio não toca (1994) e apresenta um repertório impressionante. O álbum traz faixas que o músico estava lançando na época, como “Aluga-se” e “Abre-te Sésamo”, e também vários sucessos antigos, como “Maluco Beleza”, “Rock do Diabo”, “Al Capone”, “Como Vovó Já Dizia”, etc.


– É um verdadeiro show de rock n’ roll. Raul estava revoltado! Havia saído da CBS e estava sem gravadora. Seu disco mais recente, Abre-te Sésamo (1980), foi fortemente censurado. Ele estava fazendo poucos shows. Então, subiu ao palco com gana e fez um show incrível. Distribuiu palavrões em praticamente todas as músicas. Improvisou bastante, criando versos novos para canções clássicas. Na época, ele estava influenciado pelo punk e estava radicalizando, com uma postura bem anárquica – conta Rodrigo de Andrade


Vale lembrar que Isso aqui não é Woodstock, mas um dia pode ser é uma gravação que ficou inédita até o ano passado, quando foi lançada em CD em um box da gravadora Eldorado. Rodrigo ressalta que “é complicado relançar títulos do catálogo do Raul”, especialmente por causa do trabalho de “licenciar os fonogramas” e “conseguir todas as autorizações editoriais e autorais”. “Quando a gravadora anunciou o lançamento de um box, conversamos com o Sylvio Passos que intermediou as negociações”, diz o responsável pelo Selo180. Sylvio Passos foi amigo íntimo de Raul Seixas até o fim da vida do músico e, desde os anos 80, é responsável por cuidar do acervo de gravações do músico. “O fonograma era dele, foi ele quem licenciou para a Eldorado e autorizou o nosso lançamento”, afirma Rodrigo.


O box que saiu em 2015 também continha outro registro inédito de Raul Seixas, um show de 1974 batizado de Eu não sou hippie. Rodrigo de Andrade revela que esse título também sairá em vinil no ano que vem:


– Vamos lançar o Eu não sou hippie ainda em 2017. Será um vinil duplo. Não tenho certeza do mês de lançamento. Também vamos lançar o Metrô Linha 743 com uma faixa bônus. Já está licenciado e esse deve chegar ao mercado ainda no primeiro semestre de 2017. E temos mais discos do Raul na sequência, incluindo raridades inéditas! Conseguimos autorizações de todas as herdeiras para trabalhar, junto com o Sylvio Passos, em uma coleção de material inédito dele. Coisas incríveis vem por aí!.

RAUL SEIXAS E O ECO DE SUAS PALAVRAS
Livro sobre Raul Seixas apresenta novas histórias vivenciadas com amigos, músicos e amores do artista.

     Em abril de 2015, Leonardo Mírio lançava o primeiro livro com depoimentos de pessoas que conviveram com o Maluco Beleza, Raul Seixas. Raul Nosso de Cada Um ilustrou bem a intenção da obra: mostrar que o pai do rock brasileiro é – além de uma metamorfose ambulante – um quebra-cabeças, com muitas peças a serem encontradas e encaixadas.


       O autor, morador da Zona Norte, traz agora mais uma leva de entrevistas com personalidades, músicos, amigos e amores que Raul Seixas teve em toda a vida. Raul Seixas e o Eco de Suas Palavras, lançado recentemente, mostra entrevistas mais reveladoras sobre o cantor.


     Para escrever o livro, Leonardo Mírio entrevistou 30 personalidades, de janeiro a agosto deste ano. Há novas histórias do amigo Sylvio Passos, fundador do Raul Rock Club, e de Rick Ferreira, guitarrista que passou vários momentos ao lado de Raul. Mas o grande destaque do livro são os “gringos” que trabalharam ou foram amigos do maluco beleza, dos amores e o depoimento da filha Scarlet Seixas.


      Se o primeiro livro contém mais histórias hilárias, o segundo apresenta bons motivos para entender a figura de Raul Seixas em seus bons e maus momentos. Aqui, muitos entrevistados deixaram claras as diferenças entre o Raulzito – antes do sucesso e do envolvimento com álcool e drogas – e do Raul Seixas – o cantor que mobilizava multidões.


     O leitor vai acompanhar depoimentos – cada “personagem” com uma ótica muito pessoal – interessantes, como o de Márcio Tucunduva, fã e vizinho de Raul quando o cantor morou no Butantã. Um fã muito mais novo que o Maluco Beleza, mas que conviveu e tem várias histórias para contar.


     A obra também elenca opiniões sobre o que levou Raul Seixas a ser um mito, o envolvimento com drogas e álcool – destrutivo ou cobaia de si? – e, para muitos, há um outro mito: as supostas intrigas entre o cantor e Paulo Coelho. Desta vez, o leitor vai encontrar registros de cartas trocadas com o americano Dan Dickason, além de um depoimento do também americano Jay Vaquer (em uma definição brilhante sobre Raul:”Uma linha fina entre a loucura e a grandeza”), guitarrista e irmão de Gloria Vaquer, uma das mulheres de Raul – ela também está no livro, em um depoimento emocionante.


     O eco das palavras de Raul Seixas continua a se espalhar. Seja em qual universo for.

A obra pode ser adquirida direto com o autor (Leonardo Mírio) através de seu perfil no Facebook ou pelo aplicativo WhatsApp (11) 98939 9608 (R$ 35,00 + Frete).

Parceiros

Tenha você também a sua rádio